terça-feira, 7 de novembro de 2017

Paz no Futebol e Paz no Benfica "made in Benfica" !

1. O Sporting ganhou na penúltima jornada por goleada, o FC Porto ganhou por goleada e o Benfica ganhou em Aves 3-1.

Este era o resumo dos grandes do nosso futebol há duas semanas e pelo que entendemos, tudo estaria bem entre esses grandes.

Os dois primeiros reis do nosso campeonato estavam a lutar pelo título, o Benfica lá ganhou dando finalmente uma alegria aos adeptos, mas então, porque razão não ficou tudo calmo no nosso futebol?

Porque o Benfica marcou um golo de penálti, que foi precedido de falta em Aves.

E o barulho á volta desta questão foi tanto que o Benfica deveria mesmo desistir deste campeonato e dar a luta apenas aos dois "reis" do nosso futebol.

As pessoas não estão a agir de forma séria no nosso futebol e quando isso acontece - seja no futebol ou na vida - deixa de poder existir qualquer discussão possível.

Ou seja, o Benfica sofre um golo do Portimonense em pleno Estádio da Luz, precedido de falta atacante e o árbitro não vê, o VAR não diz nada, o golo foi assinalado e nenhum adepto do Sporting ou FCPorto falaram desse caso.

O Benfica vê o árbitro marcar um penálti precedido de falta em Aves e já é um caso de Roubo nacional

Esta semana o que aconteceu no Dragão e Alvalade é algo que não pode acontecer mas eu tenho uma teoria que tem a ver com o timing - minutos e segundos - a que esses erros se referem e sigo-a sempre na análise de lances polémicos.

Nem eu nem ninguém sabe o que iria acontecer se o árbitro tivesse validado o golo do SCBraga no Estádio de Alvalade no início da segunda parte. 

Quem me garante que a partir daí o Sporting não iria atacar e ganhar o jogo?

Não há liga real com os erros num jogo, porque esses erros se  fossem evitados - por árbitro ou VAR - mudam o cenário do jogo. 

E é esta desonestidade intelectual que existe em todos os clubes.

O SCBraga teve um golo mal anulado mas o árbitro apitou, porque o fiscal de linha marcou, logo não houve de facto um golo invalidado. Houve um erro grave do árbitro que deveria ter deixado o lance seguir e depois o VAR intervinha. Assim com um apito antes da bola entrar, nem é possível que o VAR intervenha. 

O árbitro teve um erro grave em não expulsar o André Pinto - e isso teria influencia no próximo jogo, mais do que neste com o SCBraga - mas o VAR não pode intervir também. 

O árbitro teve um erro grave em não marcar falta atacante a Doumbia e aí o VAR tinha de intervir porque o lance acabou em penálti contra o SCBraga e estávamos já nos 95 minutos de jogo. 

Neste lance dizem os entendidos e o protocolo que só se contraria a decisão do árbitro se o VAR tiver a certeza absoluta que existiu falta atacante, ou pelo menos deveria ter sugerido que o árbitro fosse ver as imagens ao écran. 

Ou seja, na prática há alguns erros do árbitro, mas apenas um verdadeiro erro com influência no resultado final - este ultimo penálti que não deveria ter sido marcado.

Então se o penálti não tivesse sido marcado, o jogo aos 95 minutos estaria 1-2 e seria este o resultado final. 

Aqui sim, podemos dizer que o SCBraga foi prejudicado e existe um ponto para o Sporting que não deveria existir, da mesma maneira que o SCBraga tem menos dois pontos na classificação. 

Isto é óbvio, ou talvez não? Ontem os comentadores afectos ao Sporting vem com uma cartilha concertada dizerem que afinal é o jogador do SCBraga que toca em Doumbia e isso faz com que a decisão do VAR fosse acertada porque se há duvidas no lance, então não se deve contrariar a decisão do árbitro!

Estas frases facciosas só vem contrariar a tese de que o VAR veio para ficar. O VAR veio para ajudar mas na prática só ajudará se a decisão do árbitro for tão errada que todos no estádio viram menos o árbitro. Ora a ver pelos comentadores do Sporting ontem, o VAR nunca vai ter razão e o árbitro continuará a decidir a seu bel prazer

Agora os penáltis de Filipe que são penáltis e o VAR não viu - nem o VAR nem ninguém no segundo caso porque não houve repetição - não definem um resultado de futebol porque ao serem marcados o jogo mudava. 

Aliás a ser marcado o primeiro penálti, provavelmente já nem haveria o segundo e ninguém pode dizer que o Belenenses ganharia o jogo. 

Analisar com calma e tranquilidade este nosso futebol é assim como eu aqui escrevo. 

Não precisamos de estar a dizer que o Bruno de Carvalho tem culpa porque o VAR errou no ultimo minuto. Quem tem culpa é apenas e só o VAR. 

Não vamos dizer que o Pinto da Costa comprou o VAR porque ele não assinalou penáltis nos dois lances do Dragão. São erros do VAR, mas ao abrigo do famoso protocolo talvez não sejam erros, porque ninguém pode afirmar que todos acham que são penáltis e havendo dúvidas, o VAR mantém a decisão do árbitro!

Sabemos que o VAR só vai contrariar a decisão do árbitro se não restarem duvidas a ninguém em nenhuma parte do mundo que o lance é realmente contrário ao que o árbitro decidiu. 

Agora e passando para a comunicação do Benfica, é paupérrima esta estratégia do Benfica que resolve ir pelo mesmo caminho que SportingCP e FCPorto.

Eu acho repugnante o que o Benfica fez este fim de semana com os Twitters a criticar o que se passou em Alvalade e no Dragão porque está a jogar o jogo da lama que FCPorto e SportingCP estão a jogar há várias semanas. 

Esse é o trabalho dos Rui Gomes da Silva e restantes paineleiros nos programas incendiários que semana após semana dizimam todos e quaisquer erros arbitrais, porque todas as semanas é óbvio que haverão erros. 

Eu quero PAZ. 

Eu quero PAZ neste futebol e não ajudamos a essa PAZ com estas atitudes. 

Isto é a minha opinião e bem sei que é polémica e contrária ao que a maioria dos benfiquistas acha, mas eu detesto os directores de comunicação do FCPorto e SportingCP e detesto os tweets de cada um destes mentecaptos que estão sempre a promover o futebol negativo, o futebol de vingança, o futebol de guerrilha, o futebol de notas a ver quem rouba mais...

O futebol é desporto com erro e os erros mexem com cada um dos jogos de futebol, a não ser que o erro seja aos 95 minutos e aí estamos de acordo que é um erro que não deveria acontecer e que daria a vitória ao SCBraga. 

Mas estas redes sociais incendiárias, media ávidos destas mensagens que amplificam até á exaustão e que detestam realmente a beleza do futebol, ajudam a que estes fanáticos mercenários - porque são pagos para isto - possam ter palco para brilharem. 

O que esta jornada provou é que vão existir erros para todos os lados, vamos todos ser prejudicados e todos beneficiados, vamos todos ter jogos que o VAR acerta, e jogos que o VAR não se quer comprometer e alterar a decisão do árbitro. 

Isto é o novo futebol com o VAR e quem acharia que o VAR seria a solução para todos os problemas no futebol é porque não entendeu nada deste fenómeno que todos amamos. 

Para terminar vou apenas focar o ponto na linha de tempo que defendi no inicio do texto. 

Uma linha de tempo é linear e pode ser interrompida por uma situação que cria outra linha de tempo. 

Um cartão vermelho num jogo aos 89 minutos muda muito pouco, mas aos 54 minutos pode mudar algo. 

A marcação dum penálti a favor duma equipa que está a atacar muito não faz com que esse penálti seja marcado e mesmo que seja marcado, não significa que a outra equipa não seja capaz de virar o resultado como ontem o SCBraga fez. 

Vamos deixar-nos de avaliar os resultados pelo penálti não assinalado aos 48 minutos como se um resultado 0-0 aos 90 minutos, ficasse 1-0 porque ficou esse tal penálti por marcar no inicio da segunda parte. 

No fundo, vamos tentar ser sérios e deixar de sermos parte da quadrilha dos três departamentos de comunicação - agora que o Benfica entrou, somos mesmo três - que incendeiam tudo e todos neste desporto que só precisa de PAZ. 



2. Eu estou preparado para perder tudo este ano e estou preparado para ser Penta, ganhar a Taça da Liga e fazer a dobradinha no Jamor. 

Ou seja, sei que tudo é possível e todos os cenários são por mim aceites. 

E porque aceito com naturalidade estes cenários?

Porque o Benfica desinvestiu nesta época ficando mais fraco e os outros 2 concorrentes - talvez 3 contando com SCBraga que quer ser levado a sério - estão mais fortes. 

Até aqui tudo bem e já falámos disto dezenas de vezes. 

Agora o que este ano vai mostrar é que o Benfica não pode ficar sem as suas pérolas nos próximos anos, sejam elas quem forem. 

O Benfica não pode estar a criar jogadores nas categorias de base e vende-los ao fim de 6 meses ou 18 meses como fez com Sanches, Guedes, Semedo, Cancelo, Bernardo Silva, André Gomes, Ederson ou Lindelof. 

Não podemos !

Isso acabou! 

E acabou porquê? Quem sou eu para decretar o fim duma era tão próspera no SLBenfica?

Porque esta semana soubemos que é muito mais proveitoso desportivamente e financeiramente chegar aos quartos de final da champions todos anos, recebendo a partir deste ano algo próximo de 50M limpos sem pagar comissões, mais receitas de bilheteira e market pool do que vender jogadores como Ederson em que temos 50% e se vende por 40M, recebendo apenas 16M.

Eu não entendo sinceramente o que se passou neste negocio. 

Eu já disse 100 vezes que entendo os agentes. 

Eu trabalho numa industria com agentes e eles ganham 10%, 15% para trazer negócios para cima da mesa. Tudo bem!

Mas não entendo que um agente tenha 20%, Rio Ave tenha 30% e o Benfica tenha 50% e no final esse agente receba 8M pelos 20% desse negócio, mais 4M por 20% dos 50% do Benfica. 

Ou seja o senhor Jorge Mendes recebeu 12M, Benfica 16M e Rio Ave 12M. 

E não sei porque o Benfica teve de pagar sozinho os 10% da comissão de transferência, se o Benfica tinha apenas 50%? 

Este negócio para mim foi a gota de água na paciência destas negociatas manhosas

Defendi e defenderei o trabalho de Luís Filipe Vieira e as suas direcções, mas também critico e criticarei tudo o que for criticável. 

Sempre me contaram histórias de esquemas manhosos no futebol, sempre me contaram esquemas de dinheiros que andam por fora da órbita dos Relatórios de Contas desses mesmo clubes e eu fecho os olhos porque não quero saber de nada.

Sou accionsta e sócio do SLBenfica ininterruptamente há mais de 25 anos e portanto faço parte daquele grupo restrito que Luís Filipe Vieira considera aptos para ser presidente do Benfica, mas não sendo presidente do Benfica, sou no mínimo obrigado a pensar e opinar pela minha própria cabeça e escrever o que me vai na alma. 

Acho que o Benfica pode perder este ano tudo e eu não acharei que o mundo acaba. 

Acho que o Benfica pode ficar em ultimo no grupo da champions e eu não acho que o mundo acabe para o nosso clube.

No entanto posso tirar conclusões e essas conclusões é que o projecto do Benfica made in Benfica está longe de ser uma realidade e a nossa imagem na Europa é hoje a do pior clube de todos os 32 a jogar na Champions - sim o Anderlecht tem pior score de golos - e isso eu não admito. 

Não admito que um clube que deu ao mundo todos os jogadores que estão a jogar em tantos clubes europeus seja a pior equipa de todas as 32 que jogam a maior competição do mundo e tenha um passivo de mais de 400 milhões de euros

Chegou a hora de dizer BASTA e dizer de forma muito clara aos senhores que mandam no nosso clube que acabou a brincadeira. 

Agora vão ter que investir na nossa equipa de futebol e esse investimento não é gastar 100M em Janeiro. 

Esse investimento é manter os nossos jogadores por 4 ou 5 anos e fazer com que Rúben Dias, Diogo Gonçalves, Svilar, Grimaldo, Kalaica, Alex Pinto, João Félix, Gedson Fernandes, José Gomes e muitos, muitos outros não podem de maneira nenhuma deixar o Benfica mais fraco e todos os clubes europeus mais fortes. 

Vamos deixar de ser os saloios que acham que vender os melhores do mundo para outras equipas é futuro para o maior clube do mundo. 

Vamos deixar de ser os meninos que são comidos por todos e mais alguns "grandes" europeus que não são nem metade do que é o Benfica, nem nunca serão. 

"Quem é o PSG? Quem é o City? Quem é o Mónaco? Quem é o Valência?"

O Benfica tem de definir nos próximos meses o caminho que quer trilhar na Europa e estes zero pontos em quatro jogos são o ponto de reflexão que todos temos que fazer. 

Não podemos continuar a ser os meninos da Europa. 

Luís Filipe Vieira não pode ligar a Gonçalo Guedes contente porque ele valoriza a escola do Benfica, como o jogador disse na Marca, mas sim ligar a Guedes a dizer que um dia nenhum jogador do nosso clube necessitará de ir embora, e esse dia chegou. 

O Benfica que venda os Taliscas, os Taarabts, os Cristantes, os Carrillos, que corte os contratos com tantos jogadores espalhados pelo mundo, que dispense os jogadores mais velhos e mais caros do plantel, que renove com cada um dos miúdos por 6 anos com contratos muito bons para o meninos e que não corte os sonhos do Rúben Dias, de João Carvalho, de Diogo Gonçalves e de tantos outros que hoje estão na equipa B e querem ser titulares do Sport Lisboa e Benfica.

O futuro é nosso e se o presente for de FCPorto ou SportingCP, resta nos aplaudir em Maio, com a certeza que ganharemos muitas vezes nos próximos anos. 

Que este ano seja uma lição para todos quanto mandam na nossa estrutura. 

Acabou! 

O Benfica não vive para ganhar aos pequenos de Portugal.

O Benfica vive para ser campeão em Portugal e impor-se na Europa como uma grande equipa. 

Perder com United, Basel e CSKA e ficar em ultimo neste grupo, como poderemos ficar, terá de ser a pedra no charco que fará duma vez por todas inverter este caminho que enche os bolsos do Jorge Mendes, enche os bolsos de outros sócios nalguns negócios, não reduz passivo e retira competitividade ao principal activo do Benfica, utilizando linguagem que Domingos Soares Oliveira e Luís Filipe Vieira entendem - a nossa equipa de futebol. 

Força Benfica




6 comentários:

João André yyy disse...

Que bom que é ler os teus textos.Se conseguires, mostra este texto a estrutura do SLB. Se um dia te candidatares, tens o meu voto!

Saudações Benfiquistas.

Anónimo disse...

Tudo muito certo caso não estivéssemos a viver, há mais de 1 ano, num clima de coacção e condicionamento dos agentes desportivos, sobretudo da arbitragem (visitas ao centro de treinos da Maia, ameaças públicas a árbitros, "visitas" a familiares e destruição de património de familiares, etc, etc, etc,...).

Sem isso talvez o VAR tivesse errado igualmente para todos os lados lá para o final da época.

Claro que marcar ou não um penalty, mostrar ou não um cartão amarelo, muda o jogo a partir da decisão e não faz sentido nenhum essas ligas da verdade alternativas.
Mas é óbvio que quem beneficia da decisão favorável num determinado momento, beneficia dessa decisão. É mais fácil ganhar um jogo enquanto ele está empatado do que ter de virar o resultado.
E a questão aqui nem é essa.
É que os lances são tão óbvios que se não são sancionados pergunta-se, o que faz o VAR?

A paz é muito bonita e no futebol não faz sentido esta guerra.
Mas como podes viver em paz com os teus vizinhos se passam a vida a mandar-te pedras?
Continuas a dar os bons dias com educação como se nada se passasse?


Em relação às vendas frenéticas de jogadores do Benfica, não era preciso aumentarem tanto os prémios para não se justificarem. Já com os valores actuais não se justificam.
Entre esta época (por não passar da fase de grupos) e a próxima (se não for apurado para a champions) o Benfica pode perder mais de 40M em receitas da UEFA. Ou seja, a receita líquida de 2 dos jogadores vendidos. Por ex., o Guedes e o Ederson. E que jeitão eles dariam se tivessem continuado...

Vieira

O Benfica Sou Eu disse...

Caro Joao André yyy

Obrigado pelo comentário. Eu não envio textos para a estrutura, apesar de poder enviar emails para algumas pessoas. Estas opniões são públicas desde Maio de 2008 e fazendo 10 anos de textos na blogosfera é óbvio que alguns são lidos, outros ignorados.

Aparece sempre!

Caro Anonimo com assinatura Vieira,

Eu não digo bom dia a quem manda pedras na minha casa, mas o que o Benfica esta semana fez com os seus tweets de "futebol negativo" foi enviar as mesmas pedras que tanto critica.

Não vamos confundir o caso dos emails com os tweets de Francisco J Marques e de Nuno Saraiva a criticarem qualquer "lançamento mal marcado" a favor do Benfica.

Eu ja disse e escrevi que exijo que esta direcção e outras que se seguirão levem este caso dos emails até á ultima instância e "ou se vive ou se mata."

Ou seja, será impensável que nada aconteça nos próximos anos.

Ou o Benfica é castigado e prova-se que o Benfica andou a cometer ilegalidades - que até agora nada se prova nos emails revelados - ou alguem do FCporto vai ter que pagar na prisão ou com euros de indemnização toda esta campanha suja.

Não há outra opção!

Isso é uma questão e outra questão é querer PAZ no futebol e não querer ver todas as semanas GUERRA por causa de VAR ou de cantos ou penaltis ou o que seja...

Foi isso que eu disse e comecei por dar o exemplo do nosso golo em AVES. Foi um falatório toda a semana e esta semana achei mal que o Benfica se iniciasse nos Tweets como os nossos "rasteiros adversários" fazem.

Se o Benfica quer institucionalmente fazer queixa, ou se quiser explicações da LIGA ou do conselho de disciplina ou dos árbitros, ou de quem controla o VAR, está no seu direito, mas as bocas e mensagens de redes sociais são para os bloggers, comentadores ou adeptos das redes sociais.

Nunca para uma comunicação institucional.

Esta é a minha opinião e respeito quem ache que mandar Tweets no final dos jogos de FCPorto e Sporting ajuda o Benfica a ser campeão.

Eu não sou especialista e apenas me rege o bom senso e boa educação institucional!

Força Benfica

J.P. Gonçalves disse...

Muito bom.

O Ponto 2 é brilhante.

Pena escrever tão poucas vezes...

Anónimo disse...

1. Do Benfica, face ao que se passou na última jornada, esperava uma reacção institucional, isto é, séria e ponderada, apenas e só junto das instâncias desportivas competentes.
Decidiu-se ir pelo caminho fácil, do populismo, e apelidá-la de "jornada da vergonha".
O Benfica a comportar-se como um qualquer trauliteiro do comentário desportivo.
Lá se foi a bandeira do clube que brande contra o clima (insustentável) do condicionamento da arbitragem promovidos por porto e sporting.

2.Eu já estou preparado para não ganhar nada esta época e já me vou preparando para ganhar pouco nas próximas.
E não, o futuro não se acautela somente por manter as jovens promessas 3 ou 4 anos no clube e despachar alguns "veteranos". Óbvio que o futuro não passará por gastar 100 milhões em janeiro mas implicará, necessariamente, gastar uns 30 milhões na próxima época.
Pensar que o futuro se garante única e exclusivamente com a capacidade de "retenção" dos jovens não é ideia de gestão, é de sportinguização.
Para além de oco (é o mesmo que um treinador dizer que a estratégia para vencer jogos passa por marcar golos) é um conceito de gestão falso, porque duplamente comprometido com a realidade. Primeiro porque nunca o Benfica (atenta a sua posição geo-económica)poderá pagar os mesmos salários que os outros "grandes" da Europa; depois porque é o próprio Benfica quem assume uma parceria estratégica com Jorge Mendes que tem por fim, único, a venda de jogadores!
A propósito de JM, esqueçam o "negócio Ederson" (foi o negócio "possível" e, ainda assim, rentável), escrutinem, sim, os negócios Francisco Vera ou Luka Jovic. Se o fizerem, talvez aí perceberão porque é que o futebol é um mundo empresarial tão apelativo...Tudo porque se convencionou que os jogadores (especialmente os jovens) são como os melões, só depois de abertos/contratados é que se poderá saber se são bons.
Esta é uma das muitas metáforas absurdas que só o futebol permite. Desde logo porque esquece uma premissa importante: todos os melões (bons ou maus) são comprados ao mesmo preço, o que não acontece com os jogadores. Dele (Jovic) foi dito pelo Benfica tratar-se de um jovem que "procura demonstrar o seu potencial futebolístico". Foi isto afirmado num programa da BTV? Não, foi mencionado num relatório de contas.
Como explicar, então, que o Benfica compre jovens com potencial futebolístico por por 700 mil euros e outros (como Jovic) por 7 milhões? Porque é por todos sabido que os jogadores são como os melões...ponto final.

Por fim, não basta dizer basta. São necessárias condições para soltar o grito do ipiranga. Artigos como os teus, apesar de lúcidos, são (infelizmente) meros suspiros.

O Benfica Sou Eu disse...

Caro anónimo das 13:22

Muito Obrigado pelo comentário que tem muito analisar.

Primeiro dizer lhe que concordamos obviamente na reacção institucional que se esperava e não esta resposta igual ao que os outros dois departamentos de comunicação têm feito ao longo desta época.

Segundo dizer lhe que é obvio que não se ganham títulos só com a formação e há que investir sempre no plantel mas não com o tipo de investimentos que se tem visto nos últimos anos.

Eu conheço bem os negócio de Luka Jovic, Francisco Vera e outros mas não tenho por norma andar aqui a falar destes negócios ou insinuar coisas. Como disse no texto:

- "Sempre me contaram histórias de esquemas manhosos no futebol, sempre me contaram esquemas de dinheiros que andam por fora da órbita dos Relatórios de Contas desses mesmo clubes e eu fecho os olhos porque não quero saber de nada."

Eu quero saber. Quero saber e alguns até sei, mas não escrevo sobre teorias da conspiração que valem o que valem.

Este texto até pode ser "menos que um suspiro" mas é uma maneira de dizermos publicamente que "estamos mais atentos".

Por fim, dizer que eu acho mesmo que o Benfica pode pagar aos jogadores da formação até 25 anos o que os grandes lhes pagam, porque poupa nas compras de Benitez, Luka Jovic e muitas outras, pode pagar se apostar mesmo em chegar sempre aos oitavos da champions como tem chegado - ou até aos quartos - pode pagar se despachar a folha salarial dos emprestados que ja são na sua maioria pagos pelos clubes e até pode depois continuar a vender se quiser.

O Benfica pode sonhar em ter os jogadores que vão custar 30M na próxima época ao lado de Ruben Dias, Kalaica, Alex Pinto, Krovinovic, Chrien, Joao Carvalho, Gedson Fernandes, Joao Félix entre outros.

Pode, pode, mas será que quer?

O Benfica é um grande da Europa e isso é algo que o LFV ainda não entendeu na plenitude. Nunca é tarde para entender isso e este ultimo lugar no grupo da champions - que não é inédito nos últimos anos - pode fazer soar os alarmes e chamar a atenção para algo muito importante.

Força Benfica